Lançamentos resenha

Resenha | Marcelo Perdido: Não Tô Aqui Pra Te Influenciar

Sentimentos, dores e amores misturados com a caótica cidade que se esvai, se desfaz. “Não Tô Aqui Pra Te Influenciar” é singelo e forte, onde Marcelo Perdido compôs com o coração e se doou com alma.
Foto Divulgação por Ana Alexandrino.

Não Tô Aqui Pra Te Influenciar” é o nome do quinto disco da carreira solo do cantor e compositor carioca Marcelo Perdido.

A cidade penetra dentro da gente, invade a cabeça. Seus barulhos incomodam, perturbam, nos fazem sentirmos mal. Assim começa os primeiros segundos da canção “Não Tô Aqui Pra Te Influenciar”, faixa de abertura do disco.

Logo após isso é só alegria, não quero te influenciar (hahaha), mas que música bem trabalhada e boa de ouvir, um fluidez excelente, com guitarras mais aceleradas lembrando um pouco de Los Hermanos, mas muito além disso.

Marcelo Perdido se encontrou nesse álbum. Você adentra plenamente em todas as melodias e é levado pela sonoridade agitada e animada. Esse disco apresentado em um show ao vivo deve ser incrível (acaba logo corona pra gente poder ir pro show).

Quando você se der conta já se passaram os 20 minutos de duração percorridos pelas 8 faixas do disco. Com certeza você vai dar play e ouvir tudo de novo, esse looping é inevitável.

Entre tantos trabalhos da carreira, neste. Marcelo Perdido colocou a maior carga emocional, tudo bem mais direto e pessoal. E isso fica claro nas letras e arranjos, todos com muito esmero e delicadeza, até nas partes mais “caóticas”.

Assista ao clipe da canção Não Tô Aqui Pra Te Influenciar

O álbum surgiu de uma vez só, como uma enchente de sentimentos por uma cidade que deixaria de existir com uma pessoa que se apagava (referência à doença que acometeu sua avó). Isso se reflete nas imagens se dissolvendo na capa e na urgência das canções, que giram em um ciclo de memórias em relatos espelhados dentro do próprio disco.

“Gosto de dizer que nesse disco eu canto e desenho o som, pois dentro de uma perspectiva audiovisual, o desenho sonoro é fundamental nas canções para representar a cidade e pessoas que vão surgindo ou desaparecendo”, explica Marcelo.

Ele tem em sua discografia solo cinco álbuns e um EP, além de passagens por palcos como Virada Cultural e SIM São Paulo, além de dezenas de casas de shows entre Rio de Janeiro, São Paulo e Lisboa, onde viveu recentemente.

O Disco

Capa do Disco

Com produção de Habacuque Lima (Ludov, Pullovers), “Não Tô Aqui Pra Te Influenciar” conta com pianos elétricos de Danilo Andrade (Gilberto Gil, Jorge Ben Jor), bateria por Matheus Souza (Tiê), guitarras de João Erbetta (Los Pirata, Marcelo Jeneci, Clarice Falcão) e oboé do português Silas Ferreira (Pontos Negros, Samuel Úria). 

Lançado pelo novíssimo selo CENA (do portal POPLOAD), o álbum abre uma nova fase na carreira de Perdido, que busca estreitar os laços com o público em 2020.

Sentimentos, dores e amores misturados com a caótica cidade que se esvai, se desfaz. “Não Tô Aqui Pra Te Influenciar” é singelo e forte, onde Marcelo Perdido compôs com o coração e se doou com alma.

________________________

Encontre o Artista:

Ouça o Disco:

Leia Também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: