Lançamentos resenha

Resenha – Álbum | Igor Pupo: Melancolia

A afluência sonora da natureza e dos ritmos que moldaram o conhecimento musical de Igor Pupo foram transpassados em todas as canções de “Melancolia”, às vezes sendo terna ou ácida, mas sempre tendo como o maior significado a resiliência.
Foto divulgação. Composição por Alice Almeida. Foto por Malu Borin.

Melancolia” é o nome do primeiro álbum de estúdio do cantor, compositor e artista visual Igor Pupo.

Começo.
Ação de começar, de iniciar alguma coisa; início.
Primeira parte de algo; princípio: começo de um reinado, de uma época.
Razão inicial de; origem, primórdio: começo de um projeto.

É no início, quando as águas começam a cair, as folhas se banham, as palavras nos banham. A poesia, em suma delicadeza, é transformada em canção. Canção essa que traz de fundo uma sonoridade que nos coloca em diversos cenários, você percebe algo entre o urbano e a natureza, um pequeno refúgio, que no final das contas pode ser apenas o nosso desejo imaginário.

As sonoridades se entrelaçam no ar com suas levezas e flutuam, calmamente, pela atmosfera que se forma em cada canção. São pequenos retalhos de variados estilos musicais, alguns propositais, outros talvez não, apenas sendo um mero acaso.

Percebemos uma influência mais forte de pop eletrônico e um tiquinho de synth pop, mas a MPB também está presente, assim como pequenas doses de músicas africanas através dos acordes tocados por Igor Pupo, chegando até mesmo no baião, sempre com uma roupagem eletrônica.

Assista ao clipe da canção Represa

A música foi sempre presente na vida de Igor Pupo desde a infância e isso foi essencial para que ele fosse capaz de desenvolver a habilidade de transpassar para canções os sentimentos, anseios, percepções da vida e da natureza. Natureza, aliás, uma peça central da obra, pois foi fonte de inspiração para a construção das canções baseadas em seus elementos e nas estações climáticas.

As canções foram escritas em 2014, durante um período difícil enfrentado pelo cantor. “Melancolia” é um reflexo claro disso, mas a virada de mesa do disco se deu quando Igor Pupo se juntou a DJ e produtora musical Maravilha, juntos trouxeram nova roupagem para todas as canções, tornando-as envolventes musicalmente, indo além de melancolia.

Foto divulgação de Igor Pupo e Isadora Reis. Composição por Alice Almeida. Foto por Malu Borin.

Mas toda essa densidade musical não foi apenas de Igor Pupo e Maravilha, mas também compartilhada com Jasper (Jasper e a Gana) na canção “Primavera e Prontidão” e com a rapper IZBLA na faixa “Pôr de Nada”.

O Disco

Além da produção musical de Isadora Reis (Maravilha), “Melancolia” tem mixagem e masterização por Tetho Souza, backing vocals por Letícia Rosa e foi gravado no estúdio Jardim Elétrico, em Jundiaí (SP). A responsável pela capa do disco é a artista visual Sandra Fava. O projeto foi viabilizado através de edital da Prefeitura de Jundiaí com recursos do Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo.

Capa do disco por Sandra Fava

A afluência sonora da natureza e dos ritmos que moldaram o conhecimento musical de Igor Pupo foram transpassados em todas as canções de “Melancolia”, às vezes sendo terna ou ácida, mas sempre tendo como o maior significado a resiliência.

_______________________

Encontre o Artista:

Ouça o Disco:

Leia Também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: