Lançamentos resenha

Rico Dalasam tira o alívio da incubação em novo disco que soa como um abraço

“Dolores Dala Guardião do Alívio”, guardião do amor, guardião do abraço. Rico Dalasam expôs tudo o que há no seu peito e é nele onde recostamos nossa cabeça para apreciar essa obra-prima da música brasileira.
Foto divulgação por Larissa Zaidan

Dolores Dala Guardião do Alívio” é o nome do novo disco do rapper paulistano Rico Dalasam.

Guardião.

[Religião] Título que se dá a certos superiores em conventos franciscanos.

[Figurado] Alguém que guarda, protege e salvaguarda, outra coisa ou pessoa; protetor: guardião das tradições.

Alívio.

Diminuição de peso ou carga.

Diminuição da fadiga, da dor, da ansiedade.

Descanso, repouso, folga.

Depois de toda a injustiça que Rico Dalasam passou, é do alívio que ele precisava. É o alívio que ele trouxe. “Não falaria de alívio se não tivesse doído tanto / Tanto que eu não pude ser o mesmo ou o mesmo de antes” (DDGA).

Dolores Dala Guardião do Alívio” não é apenas a descompressão da alma, dos sentidos, dos sentimentos. É o desafogo do som, das notas, que agora penetram e percorrem os caminhos mais viscerais do nosso corpo e tomam conta, aos poucos, da nossa ansiedade, da agonia diária que freneticamente acaba com a gente.

Dolores Dala Guardião do Alívio” é alívio.

O disco é tão íntimo que conseguimos perceber algumas tenuidades que Rico Dalasam passou e, propositalmente, quer que a gente saiba. É uma afável mensagem sobre a vida, sobre amores e sobre dores.

A sonoridade é divina, muito além do rap, do beat. “Dolores Dala Guardião do Alívio” traz uma instrumentação orgânica extremamente rica que transpassa sensações que nos colocam cada vez mais dentro do disco. E quando você entra não quer sair antes da viagem acabar. E quando acaba você quer recomeçar.

Assista a Dolores Dala Guardião do Alívio – O Filme

O peito abre, a alma sente o amor que emana, que vem de todos que se derramam e se inspiram na obra de Rico Dalasam, não só de agora, mas desde sempre. Vivemos tempos conturbados, “Dolores Dala Guardião do Alívio” me veio como um abraço, abraço que eu gostaria muito de compartilhar com Rico Dalasam. Cara, muito obrigado por isso, obrigado pelas lágrimas que você me tirou ouvindo este álbum, te admiro, esse mundo ainda será seu!

O Disco

Capa do disco por Larissa Zaidan e Diego Limberti

Dolores Dala Guardião do Alívio” vem com faixas inéditas após o EP de mesmo nome lançado em 2020, as canções do EP também estão neste novo trabalho. O time de produção do disco conta com Mahal Pita, Dinho Souza, Rafa Dias, Pedro Lima, Moisés Guimarães, Neto Galdino e Wallace Chibatinha.

“Abri os braços outra vez!
Desejo muito que essas canções te encontre numa de Alívio, que a agonia não te distraia do seu caminho e que qualquer dor te seja leve…”, disse Rico Dalasam em sua rede social.

Dolores Dala Guardião do Alívio”, guardião do amor, guardião do abraço. Rico Dalasam expôs tudo o que há no seu peito e é nele onde recostamos nossa cabeça para apreciar essa obra-prima da música brasileira.

_________________________________

Encontre o Artista:

Ouça o Disco:

Leia Também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: