Lançamentos resenha

NoPorn traz agito e melancolia em novo disco para festas sozinho em noites de quarentena

As noites de solidão do isolamento agora podem ser regadas pelas sonoridades envolventes, quentes e sedutoras deste novo disco da NoPorn, que também é perfeito para ser compartilhado com mais alguém, caso você não esteja sozinho nesses momentos. “Baba Bombom”.
Foto Divulgação por Aruan Viola

SIM” é o nome do terceiro disco do duo pop-eletrônico NoPorn.

Me dói dizer, me dói muito dizer, mas a NoPorn teve o azar de lançar o disco nesse momento. É, o mundo não conspirou à favor, o Brasil então nem se fala. Que falta vai fazer um show deles, ou uma festa tocando as canções desse novo disco, eu estou arrasado, o universo não tinha o direito de fazer isso com a gente, e principalmente com eles.

Mas é isso, temos que conviver com as circunstâncias. Claro que a NoPorn não entregou menos por este motivo, este disco “SIM” é uma festa. E ela já começa na primeira faixa com uma “Festa No Meu Quarto”, “uma festa no meu quarto, só eu e você, mais ninguém”, é tudo o que a gente quer.

As músicas da NoPorn, pra quem é fã, sempre trazem uma conexão inexplicável. Tenho certeza que você lembra muito bem a primeira vez que ouviu alguma música deles e provavelmente foram “Baile de Peruas” ou “Xingu”. Sabe a sensação que sentiu quando a música começou a tocar e foi tomando conta do seu corpo e te fazendo dançar loucamente? Essa mesma sensação te contamina novamente durante todo o disco.

Falando em lembranças, eu nunca esqueço de dançar muito ao som de “Cavalo” na saudosa Festa Transante da Esquerda Festiva que rolou algumas vezes aqui na minha cidade, especificamente na Ocupa Colaborativa (ocupação cultural feita em um galpão abandonado há mais de 20 anos na cidade).

Vejo o clipe de Pérola Suja

SIM” é uma viagem gostosa, e não é apenas a nossa mente que viaja, o nosso corpo também entra em transe e acaba sendo levado pelas sonoridades construídas sob camadas de beats e sintetizadores que criam timbres que percorrem o eletrônico, o pop e o vaporwave.

Já deu para perceber que o disco é pra dançar, mas nem todas as faixas têm o astral tão em cima, as músicas “Leis da Física” e “Noites Longe do Mar”, por exemplo, apresentam uma forma mais melódica e calma, a primeira trazendo um pouquinho de pop, já a segunda uma certa influência de bossa nova.

SIM” é um disco ótimo, porém não traz nada de inventivo ou inovador, segue a linha de todas as produções anteriores da NoPorn, mas um tiquinho mais melódico e até melancólico. Porém isso é ótimo, afinal, a identidade sonora que a dupla criou há tantos anos trouxeram eles até aqui, a fórmula é maravilhosa e eles estão com o nome gravado na história do pop-eletrônico do Brasil.

O Disco

Capa do disco por nenhumestudio

Depois de dois álbuns já lançados, “NoPorn” (2006) e “Boca” (2016), a NoPorn tem integrante novo, agora Liana Padilha faz dupla com Lucas Freire, que assumiu o lugar de Luca Lauri.

SIM” foi gravado entre abril e novembro de 2020 e tem produção assinada pela própria dupla. A mixagem ficou por conta de Gabriel Guerra e a masterização por Lucas Freire. A capa leva a assinatura de Nenhum Estudio.

As noites de solidão do isolamento agora podem ser regadas pelas sonoridades envolventes, quentes e sedutoras deste novo disco da NoPorn, que também é perfeito para ser compartilhado com mais alguém, caso você não esteja sozinho nesses momentos: “Baba Bombom”.

____________________

Encontre a Dupla:

Ouça o Disco:

Leia Também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: