Lançamentos

Mini Mini Notas de Lançamentos da Semana #08

Mini mini notas rapidinhas sobre alguns lançamentos da semana (ou não) que você precisa ouvir e ficar de olho. Essa semana com: opedroborges, Camilla Leonel, Matheus Teixeira, Andersonn Prestes, Diego Lucena e Érico de la Cruz.

Chegando no mêsversário de número dois kkkkk (termo tão zuado quanto um chá de revelação). Falei que ia fazer mais curto dessa vez e advinha? Não tá mais curto, malz ae. Tá no ar a semana #08.

Música Carioca Enlatada (EP) – opedroborges

Capa do EP por Maria Garcia

Tá ligado aquelas músicas que começam quietinhas e vão aumentando, aumentando, aumentando, e não digo o volume ou a batida, e sim aumentando aquele quentinho que vai dando dentro da gente? Foi isso que senti ao ouvir “MANHÃ // bloquinho das trombetas de papel”. Entre todas as sensações que o ser humano pode ter, essa é uma das minhas preferidas. Além do mais, enquanto ouvia enviei a seguinte mensagem: “eu tô na metade da primeira música mas já vou compartilhar com vc pq já gostei muito, se o resto for ruim me desculpe kkkkk“. Ainda bem que o resto foi completamente o oposto de ruim hehe.

Eu poderia passar um tempão falando sobre a música, mas é o seguinte, você vai dar play aí pra ver se sente a mesma parada, não quero estragar a surpresa sonora que o EP “Música Carioca Enlatada” do opedroborges traz. Ah, e não esquece de me falar o que achou.

Encontre o artista:

Ouça o EP:

Sofisma (Single/Clipe) – Camilla Leonel

Capa do single

No começo a canção me pareceu ser de jazz, depois começou uns elementos do samba e depois a mistura dos dois e eu tô encantado, sério, que bela canção. Camilla Leonel trouxe uma voz doce e delicada, mas aveludada para a faixa “Sofisma”, seu mais novo lançamento. Toda a construção cria uma sonoridade muito envolvente, se você se atentar bem pode até achar um pouquinho de música latina escondida nas entrelinhas.

Como a própria capa do single já induz, “Sofisma” combina com um bom vinho (ou vinho barato mesmo, que é o que eu bebo haha). O lançamento vem acompanhado por um videoclipe roteirizado e dirigido pela própria cantora, que fez toda a produção de forma independente, mas conta com apoio do selo Baila Records, responsável pelo lançamento deste single.

Encontre a artista:

Assista ao clipe:

Te Quero Bem (EP/Clipe) – Matheus Teixeira

Capa do EP. Foto por Gabriella Maria. Arte por Pedro Oliveira

Você adentra em canções tão gostosas de ouvir que nem percebe o tempo passando rápido. O EP de estreia de Matheus Teixeira, que leva seu próprio nome, traz apenas três canções e pouco mais de onze minutos, mas nesse tempo você percorre músicas com ótimos arranjos e letras aconchegantes, algumas mais pra mpb e bossa nova e outras mais pro samba com requintes de carnaval.

Aliás, a faixa “Te Quero Bem”, que traz os requintes de carnaval, veio ao mundo para completar esse EP, afinal as outras duas músicas já haviam sido lançadas, e junto a ela ganhamos um belo videoclipe que, nossa, que coisa linda. O personagem principal, que poderia facilmente ser qualquer um de nós, anda pelas ruas da cidade do Rio de Janeiro e nesse percurso vai relembrando momentos de um amor de carnaval.

O clipe tem produção da MN Produções com direção e roteiro de Maurício Nacif e direção de fotografia por Brandon Barcellos e Vitor Hugo Silvano.

Encontre o artista:

Veja o clipe:

Retrato das Cordas (Álbum) – Andersonn Prestes

Capa do disco por Andersonn Prestes

Em março deste ano eu conheci o trabalho do Andersonn Prestes quando ele lançou a canção “Andar em Si”, ainda tenho aqui o que disse a ele sobre essa canção: “Logo no comecinho eu já gostei da música, a pequena introdução ao violão ficou boa e quando sua voz entra me senti bem envolvido, essa forma mais grave dela contrasta bem com a sonoridade da música e formam um conjunto muito bom. Gostei bastante da canção”.

Na época eu não esperava por um álbum, mas agora ele chegou, e o melhor é que novamente chegou aos meus ouvidos. Assim como no single que precedeu o disco “Retrato das Cordas”, toda a obra traz construções sonoras que sempre nos trazem muito conforto e acalanto, é tão gostoso ouvir todas as músicas. Belas, singelas e calmantes.

Andersonn Prestes fez um excelente trabalho, e todo o processo durou cerca de três anos, três anos de dedicação a um disco, realmente espero que ele tenha ficado satisfeito com o resultado, pois eu fiquei. “Retrato das Cordas” traz consigo as influências do folk e das brasilidades, liderados por um violão rítmico, tendo temáticas sobre coisas pessoais, sociedade, isolamento e tranquilidade. É uma ótima opção para ouvir na rede ou em contato com a natureza.

Todos os arranjos, instrumentos, vozes foram feitos por Andersonn Prestes, além de todas as composições, com exceção da faixa 05 “Sobre o Tempo”, escrita e composta por João Daniel Ulhoa. A mixagem e masterização do disco ficou a cargo de Vinícius Bancke.

Encontre o artista:

Ouça o disco:

Waiting For Your Love Tonight (Single) – Diego Lucena

Capa do single

Como um folk com levadas de blues e rock, a faixa “Waiting For Your Love Tonight”, do músico cearense Diego Lucena, vai tomando conta da nossa audição aos poucos. O que eu gostei muito foi que quando tá chegando o ponto alto, quando rola aquela virada e a música fica agitada, sabe? Esse momento nunca chega, a música não tem o ápice sonoro, e eu amei demais essa quebra de expectativa, afinal nossos ouvidos já estão tão viciados com esse tipo de coisa e é muito legal quando não acontece.

Mas o fato não torna “Waiting For Your Love Tonight” uma canção ruim, ela é muito boa, na real, traz uma sonoridade também meio lo-fi, um country-folk lo-fi, sei lá como definir, melhor você ouvir aí.

A letra traz uma mensagem nostálgica a um amor do passado, e o sentimento de perda é intensificado pelo momento de isolamento social”, comenta Diego. “Waiting For Your Love Tonight” foi gravada, produzida e mixada por Diego Lucena e é um lançamento pela IDQA Records.

Encontre o artista:

Ouça a música:

Fourth Dimension (Álbum) – Érico de la Cruz

Capa do disco

Eu sempre me perguntei o motivo que artistas versáteis não fazem álbuns versáteis. Digo, alguns conhecem tantos tipos de músicas, então poderiam fazer um disco com cada faixa sendo de um estilo. Bom, cada um tem seus motivos e talvez os fãs não recebessem um álbum assim tão abertamente. Mas olha, até que conheci o disco “Fourth Dimension” do músico brasileiro Érico de la Cruz, vem comigo que vou contar.

Logo no início achei ser um disco instrumental de jazz, afinal a introdução da canção de abertura era muito boa, mas logo sou surpreendido por Érico cantando, então somente instrumental não era. A segunda música já muda novamente o que eu pensava, não era um disco de jazz, afinal um música pop começa a tocar. Depois a terceira faixa já começa com percussões e uma sonoridade mais calma, lembrado características da música brasileira. E logo após vem um reggae. Só nessa hora caiu minha ficha que Érico de la Cruz trouxe características diferentes para cada uma das músicas de “Fourth Dimension”.

No álbum ainda temos música eletrônica puxando pra house music, ska, o groove brabo da faixa “Right at Me”, indie-folk e um rock melódico meio anos 80. Finalmente encontrei um disco versátil como eu sempre procurava, e o que tenho a dizer é que deu bom!

Érico de la Cruz fez toda a produção de “Fourth Dimension” de forma independente em seu home studio.

Encontre o artista:

Ouça o disco:

Ouça a Playlist de Indicações da Semana:

Leia Também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: