Lançamentos

Mini Mini Notas de Lançamentos da Semana #27

Mini mini notas rapidinhas sobre alguns lançamentos da semana (ou não) que você precisa ouvir e ficar de olho. Essa semana com: Virgem, Afeto Clandestino e Neblina.

E chegou o último mês do ano, logo ele acaba e as mini mini notas de lançamentos da semana também. Mas enquanto estamos aí vamos aproveitar para conhecer novos trabalhos incríveis. Tá no ar a semana #27 com Virgem, Afeto Clandestino e Neblina.

Terra (Single/Clipe) – Virgem

Capa do single. Foto por Marcelo Stefanovicz. Arte por Juliana Valentims.

A pequena introdução ao teclado não diz muita coisa sobre como será a canção, mas depois vem um groove incrível e entra a voz de Virgem, nessa hora a gente é arrebatado! “Terra” é uma música envolvente, acolhedora e cativante, os sons vão sendo construídos ao decorrer do tempo e penetrando na gente de forma tão sublime e leve, mesmo quando a faixa ganha mais energia sonora estamos ainda quase em transe.

Terra” é como uma calma mpb mas com boas fluências em jazz e principalmente no pop, trazendo também aspectos de elementos eletrônicos que fazem um ótimo papel de base, pois afinal o grande destaque da canção é a letra e voz de Virgem, que canta sobre um amor, uma ode à Terra, ancestralidade e uma ligação incondicional e sensação de cura nessa conexão: “Eu canto para a terra uma canção de amor”.

A faixa é a segunda lançada de um total de três canções que formarão um EP, que teve produção musical de Bruno Bruni, que também tocou baixo, teclados, violão, bateria eletrônica e guitarra, além de assinar os arranjos. Thomaz Souza comandou o saxofone, Tomás Oliveira harpista de taças de cristais e Marina Bastos nas flautas. Mixagem de Freak Estúdio e masterização de Arthur Joly. O EP, que também se chamará “Terra”, está programado pra janeiro de 2022, finalizando com o lançamento do single “Um Ser Infinito”.

Encontre a Artista:

Assista ao Clipe:

Motel Existencial (Single/Clipe) – Afeto Clandestino

Capa do single

Tudo começa com muito ritmo e eu confesso que já gostei aí, a vontade de dançar veio como uma avalanche e eu dancei mesmo estando sentado na cadeira. Quanto groove tem essa música, o trio Afeto Clandestino mandou bem demais nessa faixa, ainda mais que nesses dias estou muito na vibe de Tagua Tagua e D’água Negra e veio a calhar esse som que parece uma mescla entre esses outros trabalhos.

Trazendo variedade sonora e de estilos, “Motel Existencial” criar um clima de noite num quarto sob meia luz, chuva lá fora, vidros embaçados com o calor dos corpos dentro do ambiente, cinzas de cigarro ao chão e um gato arranhando a porta. Eu sei que é meio brisa explicar sons através desses elementos que eu falei, mas sei bem que você conseguiu imaginar e muito provavelmente o som é exatamente isso que você pensou.

Afeto Clandestino é a cantora e compositora carioca Beatrice, o produtor e guitarrista Diogo Sarcinelli e o cantor e compositor Paulo Domingues. “Motel Existencial” tem produção musical do próprio trio e engenharia de som, mixagem e masterização de Diogo Sarcinelli feita no A Casa Estúdio no Rio de Janeiro. A canção fará parte do EP do grupo que está sendo preparado para lançamento em 2022.

Encontre a Banda:

Assista ao Visualizer:

Transborda (Curta-Musical) – Neblina

Capa do single. Capa por Gustavo Kassamba.

A suavidade sonora nos entrelaça e nos abraça durante toda a canção, “Transborda” é um excelente nome, afinal após ouvir toda a música estamos cheios de amores por ela. Sabendo utilizar muito bem a delicadeza de sua voz, Neblina (projeto solo da multi-instrumentista e compositora mineira Luiza Rozza) impôs em sua canção a mensagem de ter calma em momentos difíceis, reconhecer finais e principalmente sobre reconhecer-se após processos dolorosos. Com essa sonoridade, com certeza o single pode muito bem ajudar nesses momentos difíceis também.

A faixa foi gravada no White Room Studio, em Belo Horizonte, mixado por Lício Daf, produzido por Bruno Toca, Diogo França e Luiza Rozza e masterizado por Fernando Delgado. Luiza canta, toca kalimba e convida Ana Luzia (harpa), Felipe Continentino (bateria) e Bruno Medeiro (sintetizadores) para participarem dessa versão.

Transborda” é um curta-musical composto por duas faixas, “Transborda” lançada essa semana e “Origami“, que será lançada em 08 de dezembro. Este trabalho saiu através do pelo selo Grão Pixel, encabeçado por Sara Não Tem Nome.

Encontre a Artista:

Assista ao Curta:

Ouça a Playlist de Indicações da Semana:

Leia Também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: